Toda forma de amor

Padrão

A menina adorava filmes de amor; o rapaz preferia histórias de guerra. Ela achava graça de comédias românticas; ele ria das paródias que ridicularizavam o casal principal. Ela lia Jane Austen como uma compulsiva; ele tinha a coleção completa de Stephen King. As músicas listadas no computador dela iam de Whitney Houston a Céline Dion; o iPod dele tocava todas de Metallica e Sex Pistols. Ela se deliciava com cheiro de rosas e jantar à luz de velas; ele só fazia sexo com a janela aberta e a lâmpada acesa. Ela rezava todos os dias e frequentava a missa aos domingos; o deus dele era o futebol e o templo, o bar com os amigos.

Mas ela gostava dele; ele gostava dela. E do dia em que se encontraram em diante, viveram felizes para sempre.

Táscia Souza

Anúncios

Uma resposta »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s