A festa da sogra

Padrão

Chegou em casa e a mulher lhe deu a maldita incumbência:

– Amor… Daqui a duas semanas é o aniversário de setenta anos da mamãe… Preciso que você organize a festa.

Ele chiou, xingou, esbravejou. Tudo no mais agradável e silencioso conforto de sua mente.

– Claro, meu bem. Como você quiser.

Imediatamente passou a tarefa para os funcionários da Burlesca Produções, onde, ao contrário de casa, tinha a sorte de ser o chefe.

– Vocês têm uma semana para me apresentar propostas para os setenta anos da minha sogra!

E uma semana depois vieram festas ótimas, da mais clássica à mais moderna, de um almoço campestre até uma noite de discoteca, de um quarteto de cordas a uma banda de heavy metal. Nenhuma delas, porém, tinha a cara da sogra.

Entrou no apartamento desanimado, afrouxando a gravata, sem saber como encarar a mulher. Não havendo mesmo jeito, resolveu que a sinceridade era a arma do negócio:

– Arrumou tudo pra festa da mamãe, amor?

– Claro, meu bem. Só que não vai dar pra ser nesse domingo…

– Como assim não vai dar?

– Decidi que a festa da sua mãe vai ser no Halloween.

Táscia Souza

Anúncios

Uma resposta »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s