Que plano?

Padrão

Pegou a guia com o médico e foi ao posto de atendimento do plano de saúde, a fim de conseguir a liberação para o tratamento.  Depois de uma longa espera, viu com alívio o número de sua senha se acender no mostrador digital e se dirigiu ao guichê indicado. A atendente, uma mocinha com ar de poucos amigos e jeito de quem preferia ser vendedora numa loja de roupas chiques, levantou a sobrancelha arqueada e pintada a lápis numa interrogação muda.

– O médico me pediu pra trazer essa guia…

Ela nem se dignou a pegar o papel branco de letras verdes que ele lhe estendia.

– Está faltando um formulário.

– Como está faltando? O médico só me deu esse…

– Próximo! – E outro número já piscava no visor.

Voltou no dia seguinte, com o formulário seguinte que implorara à secretária do médico no minuto seguinte que saiu de lá, mas que só conseguira 24 horas depois. Seu número vermelho piscou.

– O médico me pediu pra trazer essa guia… Tem dois formulários!

A mocinha pegou as folhas com as pontas dos dedos e analisou-as com desdém.

– Está faltando o laudo da tomografia.

– Laudo do quê?

– Próximo!

Voltou no outro dia, com outro papel na mão, depois de passar horas perambulando de hospital em hospital, laboratório em laboratório, até conseguir o tal laudo. Quando seu número se acendeu jogou tudo de qualquer jeito no balcão do guichê.

– Está faltando alguma coisa, minha filha?

– O resultado da biópsia.

– Que biópsia?

– O exame que comprova que o senhor necessita mesmo do tratamento.

– Minha filha, está aí, assinado pelo médico, com carimbo do CRM dele e tudo. Você acha o quê? Que eu quero fazer um tratamento agressivo desse só por diversão? Por que dá barato?

– Meu senhor, isso aqui é um plano de saúde. Sa-ú-de. Precisamos do exame pra ver se o senhor é ou não saudável.  Se o senhor estiver mesmo muito doente, assim à beira da morte como o pedido do médico está dizendo e a tomografia mostrando, nós é que não vamos gastar nosso dinheirinho, tirado dos associados todos os meses, pra disponibilizar um tratamento caríssimo pro senhor. Entendeu?  Próximo!

Nem voltou no dia seguinte. Seu sinal vermelho se acendeu.

Táscia Souza

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s