Contemplando Van Gogh

Padrão

Aquele era o dia dias mais frios do ano. O dia mais frio em mais de cem anos, os jornais diriam, mas isso ela só foi ficar sabendo muito tempo depois. Do lado de fora o céu bem claro enganava, de luz solar enviesada e azul a pino, desmentidos pelo chão branco – completamente branco –, escorregadio de neve e salpicado de sal. Diante da impossibilidade de continuar caminhando sob aqueles raios solares que não aqueciam e aquele azul celeste traiçoeiro, refugiou-se no museu. Lá fora era dia, mas dentro a noite estrelada se abriu aos seus olhos com estrelas rodopiantes como montes de sol. Seu coração foi inundado de calor.

Táscia Souza

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s