Saiu no meio

Padrão

Moça, por favor, abre a porta, eu quero sair.

Mas o espetáculo ainda não acabou.

Eu quero sair, não gostei.

Tudo bem. São trinta reais.

Como?

Trinta reais pra sair.

Como assim?

Se quer sair no meio do espetáculo tem que pagar trinta reais.

Peraí, não entendi. Eu paguei vinte pra entrar e tenho que pagar trinta pra sair?

Não tem cabimento!

Fale baixo, vai atrapalhar a peça.

Não vou pagar pra sair daqui.

Então me conte seu nome completo e o CPF ou a Identidade.

Por quê?

Pra facilitar nossa vida pra entrar com o processo.

Por quê?

Porque quer sair no meio.

É um direito meu!

Um desrespeito seu, isso sim, e isso agrava o processo.

Me recuso a pagar pra sair daqui.

Você pagou pelo ingresso e ele é um contrato: a peça começa e termina com você dentro, sem atraso e sem fuga. Sair mais cedo é quebra de contrato. Você pode pagar os trinta reais agora ou esperar a justiça te acionar. Ou voltar pro seu lugar em silêncio.

Gustavo Burla

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s