Desarmonia

Padrão

O boi tem problemas. Está tenso, não se liberta dos excrementos de maneira correta. Nem líquido, nem sólido saem regularmente, ou com facilidade. As patas de baixo nunca ajudaram no alívio, e as de cima perderam o interesse. Não enxergam graça nesse jogo unitário de amor próprio. Se isso ensina a si próprio, já aprendeu demais.

O leão não se entrega. Por alguma desventura passada na infância ou em outra vida, está com machucados em todo o corpo. Não permite que o amor entre, acha defeitos, e ao invés de atacar, foge. Covarde, medroso. Iludido. Sem correspondência.

A águia se sente menosprezada. Ela governa, mas, por ele ser passional, o leão leva o crédito. Está cansada de analisar, perceber, julgar, definir e permitir intervenções na vida alheia. Já até pensou em voar literalmente, mas se entregar a esse deleite seria injusto e egocêntrico. Felizes os que tiveram coragem.

Falta o quê? Um bom domador que comande uma serpente. Esta saberá ser ardilosa quando for necessário Dará o bote nas horas de risco. Rastejará e será inferior, quando convier. Seduzirá para alcançar os sonhos. E trocará de pele, ficando mais bela, bonita e forte. Falta muita coisa…


José Eduardo Brum

Anúncios

Uma resposta »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s